As Constelações

 

AS CONSTELAÇÕES

AS PRINCIPAIS CONSTELAÇÕES CUJAS ESTRELAS SÃO USADAS EM ASTROLOGIA

 

As constelações são agrupamentos de estrelas, visíveis na Terra aparentemente formando figuras elaboradas, principalmente pela imaginação dos povos.

As constelações foram criadas ao longo da Antiguidade e nem sempre correspondem a configuração pretendida por seus criadores.

È oportuno salientar que na Antiguidade, nos límpidos céus, sem poluição, tenha sido mais fácil àqueles povos encontrarem nos céus essas figuras que marcaram indelevelmente na imaginação humana tantas histórias, lendas e mitos...

 

As constelações são classificadas conforme sua posição na Esfera Celeste:

 

CONSTELAÇÕES  ZODIACAIS

CONSTELAÇÕES BOREAIS

CONSTELAÇÕES AUSTRAIS

 

CONSTELAÇÕES ZODIACAIS –

Essas constelações situam-se ao longo da linha da eclíptica ou caminho aparente do Sol, formado pela órbita da Terra.

Em sua maioria tem nomes de animais, daí o nome ZODIACAIS, do grego  zoo” que quer dizer animal e “diakós” que quer dizer círculo, ou círculo dos animais.

As seis constelações com nome de animais são ÁRIES, TOURO, CÂNCER, LEÃO, ESCORPIÃO E PEIXES... 

CAPRICÓRNIO, carrega o nome do animal mítico ou “peixe-cabra”, SAGITÁRIO, igualmente com nome mítico do Centauro ou “homem/cavalo”, com uma seta apontando para o céu e o mítico AQUÁRIO – o “Regador Celeste”...

Os demais constelações, GÊMEOS e VIRGEM, são humanas.  LIBRA – a Balança, é o único realmente inanimado...

Das constelações Zodiacais 4 são boreais: Áries, Touro, Gêmeos e  Câncer; 5 são equinociais; Leão, Virgem, Libra, Aquário e Peixes; e 3 dão austrais: Escorpião, Sagitário e Peixes.

 

É importante salientar que signos e constelações são coisas completamente diferentes...

Os signos são arcos de 30 graus cada um a partir do ponto vernal ou zero grau de Áries, relacionado com o momento em que o Sol retornando de sua viagem outonal, regressa ao hemisfério Norte, indicando a Primavera Boreal...

As constelações zodiacais são formações estelares conhecidas com os mesmos nomes dos signos, embora corram completamente fora do alinhamento formado pelos 12 signos do Zodíaco...

 

As constelações Zodiacais são em número de 12: ÁRIES , cuja estrela alfa é Hamal, TOURO, cuja estrela alfa é Aldebarã, gêmeos, cuja estrela alfa é Castor, CÂNCER, cuja estrela alfa é Acubens, LEÃO,  cuja estrela alfa é Régulus, VIRGEM, cuja estrela alfa é Espiga, LIBRA, cuja estrela alfa é Kiffa Australis,

ESCORPIÃO,  cuja estrela alfa é Antares. SAGITÁRIO, cuja estrela alfa é Rukbat, CAPRICÓRNIO, cuja estrela alfa é Giedi, AQUÁRIO, cuja estrela alfa é Sadalmelik e PEIXES,  cuja estrela alfa é Al Risha.

Repetimos que os signos dos zodíaco não correspondem às 12 constelações, embora tenham os mesmos nomes...

Os signos zodiacais são em número de 12, tem 30 graus cada uma e correm em seqüência linear desde Áries até Peixes...

As 12 constelações não têm extensão determinada nem correm em seqüência como os signos zodiacais... Pode até ocorrer que algumas constelações corram paralelamente, como no caso de Capricórnio e Aquário...

 

Os signos são 12 arcos da Esfera Celeste, começando no Ponto Vernal, o grau da Esfera Celeste no momento em que a Eclíptica e o Equador Celeste coincidem, ficando o equador terrestre exatamente debaixo da Eclíptica.

Esse grau do Zodíaco é chamada Ponto Vernal e marca exatamente zero grau do signo de Áries e corresponde ao início da longitude zodiacal...

A partir de zero grau de longitude zodiacal, até 30 graus, temos os 30 graus correspondentes ao signo de Áries.

A partir daí até 60 graus de longitude encontra-se o signo de Touro...

Segue-se o signo de Gêmeos até 90 graus de longitude zodiacal...

Nesse ponto do zodíaco o Sol atinge a mais alta latitude norte, iniciando, a partir daí sua viagem de retorno ao Equador, no primeiro grau do signo de Câncer que se estende até 120 graus...

Segue-se o signo de Leão até 150 graus, Virgem até 180 graus.

O signo de Libra começa  a partir de 180 quando o Sol percorreu metade do Zodíaco, iniciando o Outono boreal ou a Primavera austral...

Segue-se o signo de Escorpião que vai de 210 graus até 240 graus zodiacais quando inicia o signo de Sagitário, mais 30 graus até 270 graus quando inicia Capricórnio... Neste grau, em torno do dia 23 de dezembro, o Sol atinge a mais alta latitude Sul e neste mesmo dia inicia o retorno de sua longa viagem austral...

Seguem-se 30 graus de Aquário entre 300 e 330 grau de longitude, e, a partir de 330 grau inicia o último signo zodiacal, Peixes que encerra o zodíaco em 360 graus de longitude... 

 

OBSERVAÇÃO – As estrelas fixas usadas nos horóscopos por sua atuação,  interagindo nesses mapas astrais com influência capaz de atuar no campo magnético dos nativos, determinando acontecimentos ou mudanças nos destinos desses nativos, são, principalmente, cerca de algumas dezenas e todas encontram-se na tabela de Estrelas Fixas na pagina “x”...

Vale salientar que a posição dessas estrelas nas constelações, conforme são aparentemente vistas pelo observador terrestre, nenhuma relação de influência ou importância acrescentam pelo fato de se encontrarem, essas estrelas em determinadas constelações...   

Vale ainda ressaltar que signos e constelações são fenômenos astronômicos completamente independentes. A analogia dos nomes nada tem a ver com os significados de uns e outros para a ciência astrológica...

        

 

O PROFESSOR ASSURAMAYA ESTARÁ REALIZANDO A PARTIR DE QUINTA-FEIRA DE 13 DE OUTUBRO UM CURSO DE ASTROLOGIA NA GAIA ASTROLÓGICA EM SÃO PAULO

VEJA NOTÍCIA NESTE SITE